O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), disponibilizou no portal da instituição a pesquisa para medir o Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM). A ideia é apurar a qualidade dos investimentos realizados pelas prefeituras em áreas como Educação, Saúde, Planejamento e Gestão Fiscal.

A cidade de Amparo (SP) foi avaliada pelo órgão com uma gestão Efetiva, com a nota B, mesma nota recebida pela região de Campinas (SP). Dentro das cidades de médio porte da região, apenas Socorro (SP) foi considerada na avaliação geral Muito Efetiva, com a nota B+.

Entre os itens avaliados na cidade de Amparo, as áreas de Saúde e Gestão Fiscal foram consideradas Muito Efetivas (B+), Planejamento recebeu nota C, retratando um Baixo Nível de Adequação. As áreas de Educação, Meio Ambiente, Gestão de Cidade e Tecnologia da Informação foram avaliadas como Efetivas (B).

Socorro

A cidade de Socorro (SP) foi a melhor avaliada, recebendo a nota B+ (Muito Efetiva) e ficou acima da média da região de Campinas para cidades de médio porte. Os destaques são para as áreas de Educação, Planejamento, Gestão Fiscal e Tecnologia da Informação que obtiveram avaliações consideradas Muito Efetivas (B+). A área de Meio Ambiente foi avaliação como Altamente Efetiva (A), Saúde foi considerada em Fase de Adequação (C+)  e  Gestão da Cidade ficou dentro da média, com a nota B.

Bragança Paulista

A avaliação da cidade de Bragança Paulista feita pelo TCE-SP, considerou a gestão Efetiva (B), os destaques foram para as áreas de Gestão Fiscal, Meio Ambiente e Cidade avaliadas como Muito Efetivas (B+). A Educação está em fase de adequação e recebeu a nota C+, já as áreas de Saúde e Tecnologia da Informação estiveram dentro da média com a nota B.

Itapira

Itapira (SP) foi avaliada pelo TCE-SP, como uma gestão Efetiva (B), o destaque foi para a área de Meio Ambiente avaliada como Altamente Efetiva (A). A Tecnologia da Informação e a Gestão de Planejamento obtiveram Baixo Nível de Adequação (C), a área de Saúde foi considerada Muito Efetiva (B+), a Gestão Fiscal e Educação estiveram dentro da média com a nota B.

Jaguariúna

A avaliação da cidade de Jaguariúna (SP) considerou a gestão Efetiva (B), os destaques foram para as áreas de Meio Ambiente e Cidade avaliadas como Altamente Efetivas (A) e Saúde e Gestão Fiscal consideradas Muito Efetivas (B+). Planejamento obteve Baixo Nível de Adequação (C) e a Tecnologia da Informação está em Fase de Adequação (C+). A Educação foi avaliada dentro da média com a nota B.

Pedreira

A avaliação da cidade de Pedreira (SP) ficou dentro da média. A gestão de Cidade foi classificada como Altamente Efetiva (A), e as áreas de Educação e Saúde como Muito Efetivas (B+). Tecnologia da Informação e Gestão Fiscal foram avaliadas como Em Fase de Adequação (C+), as áreas de Planejamento e Meio Ambiente ficaram dentro da média, com a nota B.

Serra Negra

A avaliação da cidade de Serra Negra (SP) ficou dentro da média, com nota B. Os destaques foram para a área de Educação, Planejamento, Gestão Fiscal e Cidade consideradas Muito Efetivas (B+).  Saúde recebeu a nota C+ , considerada em Fase de Adequação, as áreas de Meio Ambiente e Tecnologia da Informação ficaram dentro da média, com a nota B.

Veja as avaliações das cidades da região:

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here